A Futurística Música de Balão

Quem nos conhece mais de perto já deve ter percebido que ultimamente andamos vidrados no incrível desenho animado Adventure Time. Mas se tem algo que nos jogou na estratosfera foi o episódio “O Armário da Marceline”, que além de ser um dos mais bizarramente engraçados, tem nas suas primeiras cenas algo que nos deixou boquiabertos: o personagem Finn e o som da futurística música de balão.

Alguns de vocês devem lembrar nosso experimento musical com balões de pouco mais de um ano atrás, o “Balloon Synth”:

Impressionados com essa afinidade, decidimos fazer uma busca no Google pelos autores do episódio e acabamos chegando no artista Jesse Moynihan. Checando detalhadamente, notamos que “Marceline’s Closet” foi ao ar em dezembro de 2011, e resolvemos perguntar a Jesse de onde veio a inspiração para a cena. Calculamos que o roteiro deve ter sido escrito mais ou menos na mesma época que os primeiros insights do nosso experimento surgiram.

Ele rapidamente nos respondeu, comentando que essa idéia foi fortemente inspirada por seu amigo Mike, um nerd musical avant garde que por 6 ou 7 anos vem alardeando a inevitável e eventual supremacia do balão como instrumento músical.

Ficamos felizes em saber que não estamos sozinhos nesta cruzada, com mais gente pelo mundo reconhecendo valoroso e inigualável som dos balões.

Ah, e não deixem de conferir o fenomenal trabalho do Jesse!

 

Everyone that knows us well already noticed we’ve been slightly obsessive about the amazing Adventure Time cartoon. But if there’s something on it that really blew our minds away was the episode “Marceline’s Closet”. Not only it’s one of the most bizarrely funny ones, but it introduced Finn’s sound of the futuristic balloon music.

Some of you might recall our very own balloon experiment from about an year ago, the “Balloon Synth”.

Impressed with such affinity, we went to Google to find the authors of this episode and narrowed it down to artist Jesse Moynihan. After finding out that “Marceline’s Closet” originally aired for the first time on December of 2011, we wrote to Jesse to ask where the inspiration for the scene came from since it was probably already written around the same time we had the first insights for our experiment.

He kindly (and quickly) replied telling us that the scene was a tribute to his buddy Mike, an avant garde music nerd that has been proclaiming the inevitable supremacy of balloons as a musical instrument for 6 or 7 years now.

We were so happy to find out that we’re not alone on this crusade, with more people around the globe recognizing the unique value of balloon music.

And please, do check the amazing works of Jesse!

Related posts:

  1. The Balloon Synth
  2. Monotron + Metalophone + Drums

Deixe uma resposta