15 Futures

Um dos projetos mais gradiosos que já tivemos por aqui foi “15 Futures”, uma suíte de 18 minutos criada como trilha sonora para o TEDx Vale dos Vinhedos. Pequenos fragmentos musiciais foram compostos com cada palestrante em mente, e costurados ganharam contornos sinfônicos, funcionando como um épico de rock progressivo. A duração da faixa também coincide com a extensão máxima de uma apresentação no TED.

A música se transformou em um CD, que ganhou embalagem de luxo para ser distribuída no evento.

Produzimos um pequeno vídeo mostrando cenas da gravação da composição, destacando o décimo terceiro movimento, “Heartwarms”, que ainda apresenta um sample de discurso de nosso grande mestre, John Cage.

Aqui é possível ver parte da instrumentação usada (especialmente alguns “instrumentos” menos convencionais escolhidos para este movimento) e algumas das influências sonoras da peça também.

Não podemos agradecer o bastante a oferta da Dez Propaganda e a liberdade que nos foi dada para explorar um nível ilimitado de abstração.

Finalmente, queremos agradecer a Luiza Caspary por sua contribuição vocal, que gentilmente gravou em seu estúdio.

————————————————————————————

One of the greatest projects we had the chance to work so far was “15 Futures”, a 18 minute long suite written as a soundtrack for TEDx Vale dos Vinhedos. Small songs were written with each of the lecturers in mind, and we gave it a symphonic type of flow to make it work both as single fragments as much as a prog-rock type of epic. The complete lenght of the track also matches the maximum time given for a TED presentation.

The song was made into a CD in a gorgeous packaging to be given at the event.

We did a small making of type video with a collection of scenes from the actual recordings of the song, over the 13th movement of the piece, “Heartwarms”, featuring a spoken sample from our great master, John Cage.

We can’t thank enough Dez Propaganda for offering us the opportunity to experiment with such level of freedom and abstraction.

Here you can see some of the instrumentation used (specially some unconventional “instruments” chosen for this particular movement) and a couple of influences on the creation of this mammoth.

We can’t thank enough Dez Propaganda for offering us the opportunity to experiment with such level of freedom and abstraction.

No related posts.

Deixe uma resposta